“todo casamento é perfeito, até que acaba”

Anúncios

Inspiradas a partir de idéias plutônicas – amores que os plutonianos não tem

Coincidências e dúvidas …

em resposta a – Eu sou é de Plutão

 

Plutoniana: Agora, me explica. Por que diabos todo mundo está se casando esse ano?

Amoresquenãotive: Para se separarem em menos de 2 anos.

 

Plutoniana: Os “em um relacionamento sério” já são minoria. Os “solteiros” então… estão tornando-se raridades na rede.

Amoresquenãotive: E os héteros que estão em extinção?!

 

Plutoniana: “Solteira não, querida, ENCALHADA!”.

Amoresquenãotive: Já diria capitão Nascimento ” batalhão de operações especiais!” Encalhadas “Nunca serão. Jamais Serão!”

 

Plutoniana: Já, já chego na fase Renew, sem um relacionamento duradouro, com uma paixão avassaladora, um corte que levou anos pra cicatrizar, assistindo comédias românticas.

Amoresquenãotive: parabéns, você está melhor do que eu (vide o blog inteiro e todas as histórias de não amor)!

 

Plutoniana: Ainda assim, chegarei na fase Renew esperando a porra do meu príncipe chegar.

Amoresquenãotive: Não acredito em principes, apesar de já ter tido um (literalmente).

 

Plutoniana: “Moça, um copo de água, por favor.” Enquanto minha vida está num branco sem fim, minha casa está sendo pintada de erva-doce.

Amoresquenãotive: Vai ficar linda sua casa!

inspirar a ação

inspirar

Significado de Inspirar

v.t. Introduzir o ar nos pulmões: inspirar o ar.
Fig. Sugerir: inspirar uma boa ou má ação.
Fazer nascer no coração, no espírito, um sentimento, um pensamento, um desígnio: inspirar respeito, ódio.
Fazer nascer o entusiasmo criador: a musa inspira os poetas.
V.pr. Servir-se das idéias, das obras de outrem: inspirar-se em boas leituras.

 

inspiração as vezes falta

 

#004

racionalizando borboletas no estômago…

Meus amigos sempre me pediram conselhos sobre diferentes coisas, entre eles, conselhos de amor!

Conselhos de amor?!

Namorei “serio” 1 vez, nunca me apaixonei por ninguém, amar – muito menos… apenas casos efémeros fizeram parte desses 24 anos de existência. – Triste, eu sei!

Mas independe da (falta de) experiência  em relacionamentos amorosos , meus amigos sempre vieram me consultar! (vide – a astra)

Me contavam seus “causos” por horas, onde justificavam suas atitudes e ao mesmo tempo se arrependiam do que tinham feito ou deixado de fazer e blábláblá…

Sempre o mesmo blábláblá – que pra mim não fazia sentido. Na verdade até hoje não faz!

Enfim, depois de horas de ladainha, vinha a pergunta: e ai o que eu faço?!

Eu (armada até os dentes de racionalidade), respondia cuspindo palavras ofensivas, como uma metralhadora.

Essa atitude me rendeu até apelido – Coração Gelado! Isso que dá fazer uma analise FRIA, do relacionamento alheio!

Nunca fiz ou disse nada com o objetivo de ofender ninguém, nem de destruir nenhum namoro… dizia o que realmente fazia lógica. Porém, as pessoas quando estão amando, pensam com a barriga – que está cheia de borboletas!

Não se preocupem, se vocês me perguntarem: e ai o que eu faço?!

Eu responderei com outra pergunta: o que você quer ouvir?!

E eu, continuo sozinha… triste, eu sei!

imagem:

http://meme.yahoo.com/e_preciso_alegria/p/2u_wCwQ/

música inspiradora: