pode falar que eu não ligo…

eu to ficando velha

eu to ficando louca!

 

26/03/87 – eu nasci!

moro no mesmo bairro desde então.

até os 14 anos, morei nos fundos da casa da minha vó.

brinquei na rua, aprendi a andar de bicicleta, policia e ladrão, pega-page, esconde-esconde, duro-mole, bolinha de gude, peão, pipa, taco, estilingue, carinho de rolimã, vôlei, basquete, patins, queimada, corda, barra manteiga, amarelinha, elástico, barbie… enfim, brincadeiras que hoje em dia, só existem em livros ou vídeos nostálgicos no youtube.

 

precoce, eu? magina!

tudo no meu tempo… aos 9 anos menstruei (a pior coisa que aconteceu na minha vida e com a qual sofro até hoje). sofro sim! todos que conviveram e convivem comigo, sabem o quanto sofro com as malditas cólicas menstruais, todos os meses… sinto tanta dor que vomito. já vomitei mais de 50 vezes em um dia! O/ e só para qnd vou ao médico e tomo vários remédios na veia… sempre foi assim, mas nunca me acostumei e sempre acho que vou morrer.

aos 9 também dei meu primeiro beijo =* mas beijo de verdade mesmo, aqueles de tirar o folego!

aos 12, me mudaram de escola. fui estudar em uma escola particular porque estava aprontando muito na escola publica! fumando, bebendo, ficando, cabulando aula, praticando bulling, quando essa palavra ainda nem existia.

aos 13 tive minha primeira vez… ui ui ui

se você nunca ouvi essa história, sinto muito, ela já foi tema de inúmeros eventos, onde os meus amigos sem assunto só sabiam falar disso! sempre fiquei muitoooo brava com esse exposição da minha vida intima, mas agora todos cresceram e já deram, e isso não é mais assunto! =D

no 11 de setembro, eu estava no colégio nova palmeira, sai de lá e fui pra casa da agatha, onde ficamos acompanhando as notícias.

namorei oficialmente uma vez – aquela coisa chata de trazer e casa e apresentar pra família.

namorei oficiosamente umas três vezes!

meu primeiro emprego foi aos 14.

minha primeira tatuagem eu fiz com 15 anos.

meu primeiro piercing com 16.

com 17 e 18 fiz cursinho e não passei no vestibular.

com 19 voltei a trabalhar, no pior lugar do mundo! mas que me rendeu bons amigos!

aos 20 entrei na facu!

aos 22 comecei a pós.

aos 23 fui trabalhar no terceiro setor, participei do GSA2011, comecei a fazer facu de sociologia.

no ultimo ano, comecei a fazer terapia, me tornei chefinha, como diria anna, reencontrei alguns amigos da pós, fiz mais 3 tatuagens (hoje já tenho 7), coloquei um piercing na língua, e tive que tirar qnd fui arrancar meu dente do ciso =/ , peguei minha carteira de habilitação, fiquei 2 meses desempregada, arrumei um novo emprego, conheci gente nova, comemorei, me diverti, chorei e sorri e parei de beber!

amanhã completo 25 e isso é só um fio de cabelo de história! 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

#006

E finalmente você apareceu!

Sonhei, imaginei, construí, escrevi, pedi, amarrei até fitinha pra senhor do Bomfim…

Gentil, carinhoso, atencioso e divertido! Assim, você me conquistou com um simples sorriso.

Me vi tímida e até com um certo friozinho na barriga. Fiquei ansiosa esperando a semana passar, entrava tarde da noite na internet só pra conversar.

Parecia até perfeito, mas minha adolescência  passou faz tempo.

Dá próxima vez, tenho que aprender a pedir direito!

 

 

 

amor é, até deixar de ser!

Chico, sempre sábio, traduz meus momentos em pequenos versos:

“Tinha cá pra mim
Que agora sim
Eu vivia enfim
O grande amor
Mentira”

O amor pode durar o tempo de um olhar, uma noite, uma ano e até uma vida inteira.

amor não é estar #semprejunto, gostar de #tudojunto, fazer #tudojunto… #tudojunto pra mim é hashtag!

tudo junto me sufoca, tudo junto pra mim é demais, tudo junto pra mim é mentira!